ABRADEE PEDE O ARQUIVAMENTO DA REFORMA DO IR

0
16781

A ABRADEE, com outras 21 entidades de diversos setores econômicos, pede ao Congresso Nacional o arquivamento do PL 2.337/2021, que trata da reforma do Imposto de Renda. Entre os pontos negativos da proposta, destacamos o aumento da complexidade do sistema tributário brasileiro, além do abalo à segurança jurídica e aumento da carga tributária.

Ademais, a tributação de dividendos foi extinta há 25 anos, acertadamente. Voltar com essa medida é retrocesso. Uma reforma tributária precisa ser amplamente debatida. O momento atual, de crise sanitária e econômica, não é o adequado para uma decisão dessa relevância.

Além da ABRADEE, assinam o manifesto a Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), Associação Brasileira de Advocacia Tributária (Abat), Associação Brasileira de Direito Financeiro (ABDF), Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abracom), Associação Brasileira de Direito Tributário (ABRADT), Associação Nacional dos Consumidores de Energia (Anace), Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil (Britcham), Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (CESA) e Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO).

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), assim como a Federação de Serviços do Estado de São Paulo (Fesesp) também compõem o grupo. Assinam ainda o Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB Nacional) e o de Advogados de São (IASP), Movimento de Defesa da Advocacia (MDA) e o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here