Copel completa 20 anos de Pacto Global

0
120

Nos últimos dois dias, representantes de 156 países participaram virtualmente da Cúpula de Líderes do Pacto Global das Nações Unidas (UN Global Compact Leaders Summit) para debater como o setor empresarial pode apoiar uma recuperação econômica mais sustentável depois da pandemia do novo coronavírus.

O evento marca o aniversário de 20 anos do Pacto Global. Como signatária desde o primeiro ano, em 2000, a Copel reforça seu compromisso nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Combate à Corrupção. O exemplo mais recente foi o lançamento em abril deste ano da Política de Direitos Humanos, que reconhece a responsabilidade da Companhia na sua área de influência, priorizando as partes da cadeia produtiva cujas atividades são contratadas ou impactadas diretamente pela empresa.

“A Copel é pioneira entre as empresas no setor elétrico em projetos de sustentabilidade empresarial, por isso se mantém firme nessa iniciativa que é a maior do mundo com o objetivo de engajar empresas na construção de uma economia global mais inclusiva e sustentável”, afirma o superintendente da Coordenação de Sustentabilidade Empresarial e Governança Corporativa (CSG) da Copel, Luiz Henrique de Mello.

A cúpula que celebra os 20 anos do Pacto Global teve grandes líderes mundiais em sua programação, como o secretário-geral da ONU, António Guterres; o fundador e presidente do Projeto Realidade Climática, Al Gore, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel. O evento também recebeu a alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, e o vice-presidente do conselho do Pacto Global, Paul Polman.

O Brasil participou com um time de peso do setor empresarial: Viviane Martins (Falconi); Artur Grynbaum (Grupo Boticário); Eduardo Fischer (MRV); Guilherme Weege (Grupo Malwee); Jean Jereissati (Ambev); Marcos Matias (Schneider Electric Brasil) e Roberto Marques (Natura). Também marcaram presença o presidente da Rede Brasil, Rodolfo Sirol, e representantes de diversas organizações.

Princípios do Pacto Global

O Pacto Global consiste em dez princípios que devem estar alinhados à estratégia das companhias que aderem ao pacto. Esses princípios dialogam diretamente com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), iniciativa com 169 metas a serem atingidas até 2030.

A Copel assinou o Pacto Global no ano 2000 e aderiu aos ODS em 2016. Nesse período, a Companhia tem permanentemente reafirmado o seu compromisso, por meio do reforço de boas práticas e da elaboração de novas ações, integrada à Rede Brasil: a terceira maior rede de empresas pelo Pacto Global, com mais de 800 membros.

A estatal também integra a Rede Paranaense de Sustentabilidade na Gestão Pública (Sustenta Paraná) e mantém parceria com o Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico Social (CEDES) para a efetivação da Agenda 2030 no Paraná. Em âmbito nacional, a Copel participa ativamente no fomento aos ODS prioritários para o setor elétrico.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here