Copel se mantém na carteira do Índice de Carbono Eficiente da B3

0
440

Em 2022, a Copel continua a integrar a carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2) da B3, a bolsa de valores brasileira, que avalia empresas com ações ambientalmente sustentáveis. Em sua 12ª edição, o índice reúne 64 companhias pertencentes a 29 setores.  

O ICO2 B3 convida as empresas detentoras das 100 ações mais negociadas na bolsa para participar da carteira do índice. No entanto, foram incluídas somente as empresas que elaboraram seu Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) e que reportaram suas informações à B3 até o dia 30 de dezembro de 2021. 

O ICO2 B3 foi criado em 2010 e tem como propósito, segundo os seus criadores, “ser um instrumento indutor das discussões sobre a mudança do clima no Brasil”. O índice demonstra o comprometimento das companhias com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.  

A Copel tem trabalhado em busca de uma economia cada vez mais sustentável. Anualmente, a companhia elabora o inventário de gases de efeito estufa, submetido à verificação por entidade externa. Além disso, a Copel estipula metas para a redução de emissões, ratificadas no Plano de Neutralidade de Carbono, cujo objetivo é neutralizar emissões de gases de efeito estufa até 2030. 

Nos últimos quatro anos, o montante de emissões de toneladas de CO2 equivalentes (tCO2) foi reduzido em 85%. Além disso, a Copel é signatária do Pacto Global das Nações Unidas desde a sua constituição e atua para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (“ODS”), prioritariamente no ODS 13 – Ação contra a Mudança do Clima, especificamente nos negócios em que atua.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here