EDP e Abradee realizam lançamento comercial do SENDI 2023

0
179

Maior evento de distribuição de energia elétrica da América Latina acontecerá pela primeira vez no Espírito Santo, de 07 a 10 de novembro de 2023

A EDP, empresa que atua em toda a cadeia do setor elétrico brasileiro, e a Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) realizaram nesta segunda-feira (12), na sede da companhia em São Paulo, o lançamento comercial no Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI) 2023. O maior fórum de discussões do segmento de distribuição de energia elétrica da América Latina será realizado entre os dias 07 e 10 de novembro de 2023, no Pavilhão de Carapina, em Serra, no Espírito Santo.

O SENDI tem como intuito promover a troca de experiências entre as empresas distribuidoras de energia elétrica, fomentando ideias para o desenvolvimento da qualidade dos serviços prestados. Segundo dados da Abradee, as distribuidoras investem anualmente R$ 26 bilhões em melhoria, segurança e modernização das redes elétricas, elevando cada vez mais os padrões construtivos, com redes isoladas e protegidas, além de mecanismos mais acurados de proteção. O segmento de distribuição tem 88,3 milhões de consumidores, com participação de mais de 4% no produto interno bruto (PIB) e arrecada R$ 130,8 bilhões apenas em encargos e tributos.

Haverá sete tipos de cotas para patrocinadores: Tradicionais, Diamante, Ouro Plus, Ouro, Prata, Bronze e Alumínio. O SENDI é realizado desde 1962 e promove debates com foco nas tendências do segmento de Distribuição de energia. O Seminário possui uma programação diversificada com palestras, painéis, exposição, Demoday (voltado para startups), Legal Lab (seminário jurídico) e Rodeio Nacional de Eletricistas. Esse último é uma competição entre profissionais da área vindos de todo o País, que demonstram a realização das suas tarefas diárias, disseminando as melhores práticas de segurança e eficiência a todas as concessionárias de energia do Brasil.

“Estamos em um momento de transformação do setor elétrico e poder realizar o SENDI 2023 é uma oportunidade única para discutir as possíveis tendências dos próximos anos. Sabemos do peso do segmento de distribuição e, por isso, consideramos necessário debater temas como mudanças tecnológicas, modelos de negócio e na relação com a sociedade e o meio-ambiente. A energia elétrica tem um papel central na transição energética e no enfrentamento de questões globais, como as Mudanças Climáticas. Esperamos realizar um grande evento, que represente a importância da distribuição para o país”, destaca João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

A EDP no Espírito Santo

A EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo, está entre as empresas privadas que mais investem na região. Sua área de concessão compreende 70 dos 78 municípios do Estado, abrangendo mais de 90% do seu território e da sua população, e gerando cerca de 4 mil empregos diretos e indiretos.

De 2021 a 2025, a empresa realizará investimentos de R$ 3 bilhões no Estado. O aporte terá como foco a expansão da rede, preparando o sistema elétrico para o desenvolvimento dos municípios atendidos; melhorias operacionais; redução de perdas, como o combate ao furto de energia; investimento em digitalização e atendimento ao cliente.  Nesse sentido, a EDP vai ampliar a flexibilidade da operação e reforçar a atualização tecnológica de suas redes. Em outra frente, a companhia construirá e ampliará subestações, melhorando a confiabilidade do sistema e a segurança e qualidade do fornecimento de energia.

Pensando no futuro, a EDP ampliará também seu projeto de redes inteligentes, que permite facilitar serviços como religação automática, balanço de tensão e combate a fraudes. Essa infraestrutura eleva a capacidade do Espírito Santo de atrair novas empresas e investidores, visto que uma rede elétrica segura e confiável é um dos principais atrativos para a instalação de novas indústrias e comércios no Estado.

A companhia assumiu ainda um compromisso para fomentar a inovação e criação de startups no Espírito Santo. A iniciativa tem como base três pilares: a contratação de startups, o co-investimento e a geração de talentos.

Consciente de sua responsabilidade socioambiental, a EDP desenvolve ações que beneficiam as comunidades, como Escola de Eletricistas, projeto gratuito de qualificação profissional voltado a jovens que buscam inserção no mercado de trabalho, tendo inclusive turmas afirmativas para mulheres e pessoas trans. Por meio do Instituto EDP, a distribuidora desenvolve ainda iniciativas para geração de renda, melhora da qualidade do ambiente estudantil, incentivo ao esporte e apoio à saúde.

Sobre a Abradee

 A Abradee reúne 47 concessionárias de distribuição de energia elétrica – estatais e privadas – atuantes em todas as regiões do País e que, juntas, são responsáveis pelo atendimento de 99,6% dos consumidores brasileiros. Atua há 42 anos para o desenvolvimento do setor de distribuição de energia elétrica brasileiro.

Com sede em Brasília, a Abradee presta serviços de apoio às suas associadas nas áreas técnica, comercial, econômico-financeira e institucional. Cabe ainda à Associação promover cursos e seminários e editar publicações técnicas, bem como trocar informações com entidades nacionais e internacionais objetivando o desenvolvimento e a capacitação de suas associadas com ênfase na defesa dos interesses do setor de distribuição de energia elétrica.

A Abradee tem como bandeira contribuir para o desenvolvimento do País por meio de um setor de distribuição de energia elétrica sustentável e eficiente, com oferta de serviços de qualidade reconhecida pelos clientes. A visão é agregar valor para as empresas distribuidoras, para os clientes e para o país, constituindo-se num agente efetivo de desenvolvimento do setor elétrico.

Sobre a EDP no Brasil

 Presente há mais de 25 anos no país, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. Com mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, a Companhia tem negócios em Geração, Transmissão, e Soluções em Serviços de Energia voltados ao mercado B2B, como geração solar, mobilidade elétrica e mercado livre de energia. Em Distribuição, atende cerca de 3,6 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. Em 2021 foi eleita pelo segundo ano consecutivo a empresa mais inovadora do setor elétrico pelo ranking Valor Inovação, do jornal Valor Econômico, e é referência em ESG, ocupando o primeiro lugar do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, no qual figura há 16 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here